TRECHO SATSANG JEAN-LUC AYOUN 19 DE JANEIRO DE 2019 Tudo aquilo a que te opões…

Communauté de la Résurrection
TRECHO SATSANG JEAN-LUC AYOUN
 19 DE JANEIRO DE 2019
 Tudo aquilo a que te opões…

TRECHO SATSANG JEAN-LUC AYOUN
19 DE JANEIRO DE 2019

Tudo aquilo a que te opões, se reforça. Isto está inscrito numa lei inviolável de funcionamento do cérebro reptiliano que assegura a preservação da vida e a preservação da espécie. Lembre-se que a nível do cérebro, somos amputados com o lobo paralímbico, como se por acaso, aí onde está HIC e NUNC, que os mamíferos marinhos têm.

Portanto, a partir daí, como venho dizendo há meses, é evidente, é uma evidência, o Amor é evidência. Mas não é evidência na procura, porque assim que o procuramos, provamos que não o podemos viver.

Não é um movimento de projeção da consciência, o Amor. Também não é um movimento de interiorização. É total transparência. Esta transparência foi guiada pelos quatro pilares durante anos. Hoje, nós os colocamos em prática.

Você não pode ser verdadeiro, se não for espontâneo. Você não pode ser totalmente verdadeiro se sua resposta for condicionada por um hábito ou por qualquer vantagem. Você é espontâneo e verdadeiro quando está no momento presente, ignorando todo o seu condicionamento, todas as suas projeções, qualquer futuro. Ou seja, quando você está imerso, totalmente, como Anael disse na época, no aqui e no agora. Seja observando uma flor, indo ver os golfinhos ou conhecer alguém.

Se você está nessa atitude, você desarma o outro, porque você não está na reação, você está na recepção. Mas não uma recepção condicional. Um acolhimento ligado à espontaneidade. E tudo é transformado.

Eu disse-te, os neurotransmissores mudam, é uma realidade. O funcionamento celular mudar, é uma realidade. Está tudo pronto, mesmo sem você, desde que estejas no lugar certo. Isto é, na verdade, como já foi dito, nos quatro pilares, no não-julgamento, na aceitação, na doação. Quanto mais dás, mais recebes. E o amor só sabe dar, ele não pode levar nada. O amor é um dom.

Laisser un commentaire